Sexta-feira, 9 de Outubro de 2009

Regresso por um rio

 

"O primeiro capítulo abre com um homem debruçado sobre o vazio, na Ponte da Arrábida. Teríamos, por isso, de começar sempre pelo Porto, até porque é no Porto que Jaime Ramos habita, no primeiro andar do n.° 244 da Rua de Barão de Nova Sintra. Quem espera um edifício com carisma, desiluda-se. O n.s 244 é um prédio banal, cinzento, sem nada que o distinga de milhares de outros. "Escolhi-o porque o conhecia bem, a minha tia morava nesse primeiro andar", explica Viegas." 

 

Excerto da reportagem, assinada por José Mário Silva, que a revista Única, do Expresso, traz às bancas nesta sexta-feira.

publicado por Porto Editora às 15:19
link do post | comentar | favorito

pesquisar

Novembro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

posts recentes

No Porto

Em Guimarães

«O Mar em Casablanca» na ...

Um olhar sobre "O Mar em ...

Francisco José Viegas na ...

O cheiro da terra molhada...

O Mar em Casablanca na Ti...

O Mar em Casablanca nos A...

"O fechar de um ciclo" (r...

Aventuras de Jaime Ramos ...

arquivos

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

tags

todas as tags

subscrever feeds